domingo, 10 de julho de 2011

Disfagia alta

Definição
O termo disfagia pode se referir tanto à dificuldade de iniciar a deglutição (geralmente denominada disfagia orofaríngea) quanto à sensação de que alimentos sólidos e/ou líquidos estão retidos de algum modo na sua passagem da boca para o estômago (geralmente denominada disfagia esofágica).
Disfagia, portanto, é a percepção de que há um impedimento à passagem do material deglutido.
2. Introdução e Pontos Chave
WGO Practice Guidelines: Disfagia
A deglutição é um processo controlado pelo centro de deglutição na medula e pelo esôfago médio e distal por um reflexo peristáltico predominantemente autônomo e coordenado pelo sistema nervoso entérico incrustado na parede esofágica. A figura abaixo ilustra os mecanismos fisiológicos envolvidos nas fases da deglutição.
Uma decisão deve ser feita em relação à localização da disfagia de acordo com a descrição do paciente; a lesão estará ao nível ou abaixo da localização percebida pelo paciente.
É importante questionar se a disfagia ocorre com sólidos, líquidos ou ambos e se é permanente ou intermitente. Também é importante estabelecer a duração dos sintomas.
Apesar da freqüente ocorrência simultânea, é importante excluir a odinofagia (deglutição dolorosa). Finalmente, o diagnóstico diferencial baseado em sintomas deve excluir o globus faríngeo (sensação de "bola na garganta"), pressão torácica, dispnéia e fagofobia (medo de deglutir).
Pontos chave a considerar na história médica:
Localização
Tipos de alimentos e/ou líquidos
Permanente ou intermitente
A minha disfagia ocorre com liquidos e sólidos.
Tudo que como é liquidificado
não bebo nenhum liquido.
Já tenho disfagia alta à 14 anos e até hoje os médicos não descobriram a causa.
Duração dos sintomas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...